Três sondas espaciais chegarão a Marte este mês

A orbita marciana estará bastante movimentada este mês.

Se tudo correr bem, três sondas terráqueas se aportarão no planeta este mês, uma dos Emirados Àrabes, essa sendo a primeira a dar as caras no planeta, logo em seguida, a China também dará as caras.

Já no dia 18 de fevereiro, perseverante como sempre, os Estados Unidos, que já é prata da casa, colocará mais um robô no planeta, desta vez terá também um helicóptero no pacote de $2.7 bilhões de dólares de enviado ao planeta.

As três sondas foram lançadas em julho, aproveitando uma janela de proximidade entre a Terra e Marte, que ocorre a cada 26 meses, quando os planetas estão em seu ponto mais próximo no espaço, é devido a essa razão que todas as sondas chegarão quase juntas ao planeta.

Emirados Árabes 

Esta é a primeira missão dos Emirados Àrabes ao planeta vermelho e será a primeira a chegar, 9 de fevereiro, terça-feira.

A missão de nome Hope, "esperança" em português, custou 200 milhões de dólares e entrará numa órbita de 25 graus relativa ao equador do planeta, e analisará o clima e a atmosfera de Marte, e também monitorará as estações do ano. Completando uma órbita a cada 55 horas.

A missão dos Emirados Àrabes está programada para durar 2 anos, entretanto, se a nave continuar "saudável", a missão poderá ser estendida para 4 anos.

China 

A China não está mesmo para brincadeira na corrida espacial, a missão chinesa já é mais ousada, a Tianwen-1 conta com uma sonda que orbitará o planeta, e, ao mesmo, tempo leva um robô que será deposto no solo marciano, é a primeira vez que uma agência faz algo do tipo em Marte. A sonda está programada pra chegar em Marte na quarta-feira, 10, e o rover deve ser entregue ao solo marciano em maio.

Marte-chins

O robô chinês deve operar 90 dias no planeta, mas como já se é sabido, essas operações sempre poderão ser estendidas, e apesar de não se saber tudo a respeito do projeto chinês, sabe-se que o robô conta com aparelhos para detectar gelo no subsolo, dentre outros equipamentos científicos, e claro, câmeras para fotos. 

Estados Unidos 

Dia 18 de fevereiro,  quinta-feira, os robô "perseverance", perseverança em português, chegará ao planeta vermelho para compor mais um membro da família resiliente e de nomes esperançosos de robôs dos Estados Unidos. 

China-Estados-Unidos

Esteticamente idêntico ao Curiosity, que continua em operação no solo marciano e comprovou que Marte já foi habitável, o Perseverance carrega consigo um pequeno helicóptero que será o primeiro do tipo a tentar voo em outro planeta. 

O perseverance pesquisará por sinais da existência de vida no passado de marte usando instrumentos para estudar as rochas e detectar sinais orgânicos, assim como microfóseis no seu interior. 

O veículo espacial também fará imagens e até vídeos da superfície, incluindo vistas deslumbrantes da Cratera de Jezero, que é um local de destino da missão. 

Também transformará dióxido de carbono do ar marciano em oxigênio, uma ferramenta potencialmente útil para futuras missões humanas a Marte.

Assim como a missão chinesa, o robô também carrega instrumentos para detectar gelo subterrâneo usando sistema de radar. 

O robozinho chamado ingenuity - a NASA adora esses nomes - será testado nos primeiros 50 dias da missão.

 

⇐ VOLTAR