NASA lança sonda para capturar imagens dos pólos do Sol

Os pólos do Sol nunca foram fotografados antes, mas agora, em uma missão sem precedentes, a NASA, em colaboração com a ESA (Agência Espacial Europeia) lançou no último domingo, 9 de fevereiro, a Solar Orbiter, uma sonda para estudar os pólos do Sol. 

A nova sonda vai se juntar a  Parker Solar Probe, uma outra sonda que se encontra na órbita do Sol, passando de "raspão" pelo Sol de vez em quando para estudar a coroa solar.

A Solar Orbiter não vai passar tão perto do sol como a Parker Solar Probe, em vez disso, ela estará em uma órbita da qual terá visão de ambos os pólos da estrela.

Pesando 1.800 kg, a espaçonave passará por Vênus em dezembro deste ano em agosto de 2021, e depois pela Terra, em novembro de 2021, aproveitando da gravidade de ambos planetas para alterar sua trajetória, entrando em uma órbita elíptica ao redor do Sol. A espaçonave entrará em operação oficialmente no final de 2021.

Durante a misão, a nave será assistida pela gravidade de Vênus para passar perto do Sol e eventualmente sair do plano elíptico.

Com os dados da sonda, os cientistas esperam aprender mais sobre o campo magnético do Sol e também dar mais segurança aos astronautas nas viagens espaciais, como nas viagens para a Lua, por exemplo.

A espaçonave possui 10 instrumentos científicos, 9 providenciados pela ESA e o Solar Orbiter Heliospheric Imager (SoloHI), fornecido pela NASA, e um sensor, the Heavy Ion Sensor, que analisará os ventos solares.

Assista ao lançamento da espaçonave:

 

⇐ VOLTAR