2020, o pior ano da história! Mas será mesmo?

2020 foi um ano difícil por muitos motivos, mas a história mostra que poderia ter sido ainda pior.

O ano de 2020 deixou sua marca, talvez tenha sido tão mais difícil porque a própria escrita do nome já o duplica, o que dá a sensação que estamos vivendo dois anos em um, e como dá.

Tudo começou com a Austrália em chamas; como se sobreviver na Austrália já não fosse difícil o suficiente, com praticamente todos os animais selvagens tentando te aniquilar o tempo todo, e em cima disso, um fogo incessante, literamente.

Fogo Austrália

 

Depois, os protestos nos Estados Unidos devido à morte de um homem negro por policiais brancos, foram dias de fúria no país: o povo nas ruas clamando por justiça, lojas sendo saqueadas, estátuas de negociadores de escravos sendo quebradas e afogadas na Europa, enfim, com o acontecimento repercutindo no mundo todo, o ano mal havia começado, mas o que parecia mesmo era que o mundo já estava acabando.

2020, o pior ano

Então o coronavirus chega, chega de cabeça erguida pronto para tomar seu espaço, e como tomou, parecia a versão microscópica de Thanos querendo limpar o mundo!

O virus nos deixou de boca aberta e tampadas ao mesmo tempo.

Enquanto algumas figuras lavavam as mãos, outras, como o presidente do Brasil, que era o Messias que não fazia milagres, mas também não fazia nada, lavava as mãos despreocupadamente. Era só uma gripezinha! Não tinha nada com isso.

Lavamos as mãos também, pois, se nem os ministros da saúde, que eram médicos, sabiam o que fazer, como iríamos fazer algo, tampamos nossa boca, ficamos sem tato, perdemos o paladar e aos poucos, ficávamos sem oxigênio. Não podíamos respirar, e ninguém via, estávamos sozinhos, isolados.

O mundo ficou desconectadamente conectado.

 

O vírus chegou de mansinho, direto da China, assim dizem as más línguas.

Ele chegou mais rápido do que aqueles telefones falsificados de antigamente, vindos da China, que eram vendidos em bancas de camelô, mas diferentemente dos telefones, que prometiam muito e não cumpriam nada, o vírus, que não fazia propaganda nenhuma, chegou e fez um barulho danado!

O mundo se recolheu e o ano de 2020 ainda não acabou, mas não será por muito tempo.

Este ano está com os dias contados, confia em mim.

Outros anos concorrentes ao ano de 2020.

Aniquilação dos dinossauros

Há 65 milhões de anos, o impacto de um asteróide na  Península de Iucatã, no México, aniquilando pelo menos 75% de toda a vida na Terra.

 

dinossauros

Ano 536 DC 

Uma erupção vulcânica na Islândia lançou cinzas na atmosfera, deixando o mundo numa névoa negra por 18 meses, arrasando plantações e deixando o mundo na escassez.

Ano 1520

Em 1520 ouve um surto de varíola no continente americano, o vírus foi trazido para Américas por exploradores espanhois, a situação não era tão feia na Europa, pois os europeus já possuíam imunidade ao vírus, mas como os nativos que habitavam o "novo mundo" não tinham imunidade, supõe-se que 90% da população das Américas foi morta devido à doença.

Ano 1918

No momento em que a Primeira Guerra Mundial estava chegando ao fim, um novo vírus da gripe aviária (H1N1) causou uma pandemia mortal que durou mais de um ano. Soa familiar?

Ao contrário da pandemia atual, a gripe de 1918 atingiu crianças menores de cinco anos e adultos entre 20 e 40 anos de forma especialmente dura. Não houve vacina e as tentativas de limitar as reuniões e encorajar boas práticas de higiene e o uso de máscaras tiveram resultados mistos. As mensagens de saúde pública não ajudaram pelo fato de que o governo do presidente americano Woodrow Wilson minimizou a pandemia. (é... presidentes não deveriam minimizar nada).

Em um artigo publicado na Nature em 2009, o historiador e autor John M. Barry escreveu: “Quando a onda pandêmica total e letal chegou aos Estados Unidos em setembro de 1918, Wilson nunca fez uma única declaração sobre [a pandemia], e figuras públicas menores forneciam apenas garantias”.

A gripe de 1918 matou pelo menos 50 milhões de pessoas em todo o mundo e 675.000 nos Estados Unidos - mas a manutenção de registros não era tão boa naquela época, então o número de mortos poderia ser maior. 

Isso é mais do que o número de mortes de militares em ambas as Guerras Mundiais e muito mais do que o coronavírus - pelo menos até agora.

 

Ano 1939

A Segunda Guerra Mundial , que envolveu 30 nações e matou cerca de 75 a 80 milhões de pessoas, a maioria delas civis. Além dessas baixas, o regime nazista exterminou sistematicamente 11 milhões de pessoas, um genocídio conhecido como Holocausto. Esta campanha de assassinato teve como alvo judeus, pessoas LGBT, eslavos e qualquer outra pessoa que eles considerassem indigna de viver. 

A guerra terminou em 1945, mas o trauma não.

 

Fonte: sciendemag - wikipedia worldpopulationreview

 

⇐ VOLTAR